segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Comprar um mano...

Hoje a mãe do M.P. veio à nossa sala apresentar-nos o mano mais novo do M. que tem dois meses! Nós preparámos uma entrevista porque tínhamos várias perguntas para fazer!

A entrevista correu muito bem. A mãe P. respondeu a todas as nossas perguntas e no final o M. disse: "Ter um mano é muito bom!".

image

O D. sorri e diz de imediato:

"Vou pedir à mãe

para comprar um

mano!"

5 comentários:

Marta disse...

Há dois anos na minha sala tive uma saída do género. A I. chegou de manhã à sala com uma novidade: "Marta, Marta eu vou ter uma mana!!!" E eu respondi: "A sério?!? A mamã está grávida, tem um bebé na barriga???" "Não, vai comprar...." - respondeu prontamente!!! Gargalhada geral, claro... No ano a seguir as questões continuaram e cada vez mais fundamentadas! Tudo terminou com um grande projecto sobre como nascem os bebés, como se fazem, como crescem na barriga, etc, etc, etc!!! E acabámos mesmo por comunicá-lo aos pais que têm sempre mais tabus que as crianças! Foi um sucesso!!! Será que também vai surgir um projecto nesta sala sobre bebés????? Ficamos à espera...

Vitor disse...

Foi seguramente um momento bonito. Foi a primeira coisa que a C. me disse quando perguntei como tinha sido o dia na “escolinha”.
Depois acrescentou: “ O mano do M.P. também é pequenino como o meu mano B. A mamã também podia ir à minha sala e à sala do T. mostrar o nosso mano bebé.”

Foi delicioso ouvir estas palavras, revestidas de carinho e reveladoras da noção do núcleo familiar a partir do qual, cada vez mais, olham os acontecimentos à sua volta.

Nesta sala estão mesmo, claro, a ficar cada vez mais crescidos e “salpicados” com um bonito colorido de experiências e emoções. É uma satisfação para os meninos e para os pais.

susyruth disse...

A perspicácia deles é fantástica, sem dúvida :))
bj gd e bom resto de semana

Inês disse...

Pois é Marta parece-me que vem aí novo projecto... Há várias cabecinhas baralhadas na nossa sala... E nada melhor que esta metodologia que vai de encontro aos interesses e necessidades dos nossos meninos e acompanha os seus interesses!

Pai Vítor obrigada! A C. tem realmente um forte instinto protector, de responsabilidade e de cumplicidade para com os seus manos mais novos. Todos os dias na sala fala nos manos com o ar mais doce do mundo. Se a mãe e/ou o pai quiserem vir apresentar o mano B. (já que o T. já conhecemos bem) as portas da nossa sala estão abertas! Um beijinho

Xana disse...

No ano passado também ouvi da boca do Tiago a teoria do irmos comprar um mano.
Este ano, e após o projecto dos bebés, tal comentário já seria impossível.
É mesmo uma saída fantástica.
Bjs