quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Momentos "altos" da nossa Infância

(episódio relatado pelos meus pais, do qual eu não me recordo e cuja veracidade não posso confirmar...!)

imageA Inês tem 3 anos.

Tem por hábito ir com a mãe ao café. E todos os dias pede à mãe uma moedinha para andar naquelas máquinas estilo Noddy (mas sem ser do Noddy, esse na altura nem existia...)

A mãe F. diz-lhe:

- "Oh Inês não pode ser. Não podes pedir moedinha para a máquina todos os dias...

A Inês revoltada diz:

- "Então e tu não bebes CAFEZINHO TODOS OS DIAS?" :) :) :)

Quem não tem episódios caricatos de quando era criança? Sinceridade pura... e muitas vezes dura... Vocês também devem ter tido os vossos momentos de "glória", podem sempre partilhá-los aqui para nos rirmos todos um bocadinho :) Beijinhos!

8 comentários:

susyruth disse...

Realmente as memórias da nossa infância são momentos únicos e especiais!
A minha mãe conta muitas vezes, (eu não me lembro!!), que uma das minhas formas de me distrair era pegar no meu irmão que ainda era bebé e eu devia ter uns 5/6 anos e colocar-lhe molas nas orelhas!!!!
A minha mãe perguntava e eu dizia-lhe que estava a pôr os brincos no mano!!!
Felizmente isso não causou nenhum trauma ao meu irmão e hoje somos os melhores amigos :)))))

Catarina disse...

Que máximo! Eras fresca quando eras pequenina... ai eras eras! Beijinhos amiga

Cat disse...

O Noddy já é bem mais velhinho do que podemos imaginar:

"o êxito de Noddy (expressão que, em inglês, é usada para denominar alguém que está sempre a dizer que sim com a cabeça) não é um fenómeno recente. Corria o ano de 1949 quando a escritora de livros infanto-juvenis mais popular de todos os tempos publicou a primeira aventura deste personagem. Noddy Goes to Toyland"

http://leziria.blogspot.com/2005/12/noddy-e-enid-blyton.html

Lol! Grande momento esse! E de certeza que tiveste outros...conta lá!

Inês disse...

Sim senhora uma boa lição de história dona cat... E eu a pensar que o Noddy era um êxito com não mais do que 6/8 anitos... Estamos sempre a aprender! Beijinhos

Berlinerin disse...

Ja na altura, irmazinha, eras uma bela peca! :) Beijocas da mana.

Marta disse...

Saídas minhas: nunca saí de casa com uns sapatos de cor diferente do vestido. Fiz birras gigantescas por a minha mãe me obrigar a sair de sapatos azuis e vestido vermelho, por exemplo!!! E a minha mãe diz mesmo que não conseguia fazer nada. A solução era sapatos de todas as cores... Se calhar vem daí a minha paixão por sapatos!!! Eheheheh

Beijinhos Inês e obrigada por nos fazeres recordar estes momentos tão nossos que por vezes estão no baú das recordações e só nos fazem rir quando saem cá para fora!!!

P.S. - Adorei a foto!!!!!!!! LOLOLOLOLOL

Anônimo disse...

Também já aprendi sobre o Noddy...
Realmente todos temos umas histórias engraçadas... é sempre bom os pais irem contando para mais tarde se recordar!
Beijinhos
*claudia*

Xana disse...

Apenas me lembro de com cerca de 4 anos ter cortado o cabelo a duas bonecas. Quando a minha mãe ralhou comigo e com a minha irmã gémea, respondemos muito simplesmente: "Não faz mal ele volta a crescer."
A minha mãe não sabia se ria ou se continuava a ralhar.
Bjs

PS: È mesmo bom recordar estas coisas.