segunda-feira, 2 de junho de 2008

Para o Top das "Saídas Maravilhosas"

Estávamos a caminho do Parque e vimos um pombo nesta posição...

image

Inês - "Olhem, está aqui um pombo!"

Mariana - "Pois ele está sentado, está a pensar na vida dele, fez um disparate e a mãe dele zangou-se e disse agora vais sentar e pensar na tua vida...!"

(e mais palavras para quê... ) ********

7 comentários:

Berlinerin disse...

Que espectaculo! :) Imaginacao nao lhes falta.

susyruth disse...

Palavras para quê, mesmo??
Hoje o M também se virou para mim pediu-me para lhe dar o quadro para escrever...eu dei-lhe e atirou-me com um "Muito bem mãe":..
bj gd

Margaridas disse...

Esta pode não ser para o Top da Escola mas lá em casa assume hoje um lugar cimeiro:

A Madá e a mãe estão na cozinha. A Madá vai para a varanda e senta-se numa cadeira.
A mãe vê e diz-lhe:

Mãe - Isso, senta-te aí e vê a vista.
Madá -Ó mãe, onde está a vista?
Mãe - ????!

E vá lá depois uma mãe explicar a uma criança de 3 anos (que não se fica com qualquer explicação mais simples) o que é a "vista"

;)
Beijinhos

Inês disse...

Pois é o M. anda com umas saídas fantásticas! O vocabulário está a alargar-se a passos largos e até já há espaço para estas "saídas maravilhosas"! A mãe Susana anda muito babada :) E com toda a razão!

E a nossa madá, enfim, sem palavras... Já agora como é que lhe explicou o que era "a vista"? Ela ficou satisfeita com a resposta? (É que ela não se convence com pouco...) Eles fazem-nos estas perguntas dificeis mas legítimas! Entrou para o Top online da sala! ;) beijinhos

Anônimo disse...

vamos entao partilhar as saidas maravilhosas dos nossos petizes:

Kiko: Mãe, os golfinhos comem alface, não é?
Mae: não filho, comem peixes pequeninos!
Kiko: Não Mãe!Senão comem o Nemo, a Dóri e o pai do Nemo!!

bj Mãe Teresa

Margaridas disse...

Lá tentei explicar que a vista era o conjunto de coisas que estavam ao alcance da nossa vista, neste caso, os carros, as pessoas, as casas dos vizinhos, os cães, etc ...
Ficou mais ou menos convencida ... mas já sei que mais cedo ou mais tarde lá me vai voltar com uma pergunta sobre o assunto.

E incrivel a capacidade de absorção de informação que ela tem. Ontem a brincar com uma boneca a quem ela chama "o seu babé" de repente vira-se para mim e diz-me

- Ó mãe eu estive na tua barriga, pois é? Os bebés estão na barriga das mães.
Respondi que sim e prguntei se os bébes tinham sido conversa com a Inês na Escola, responde-me com toda a prontidão:

- Não foi com a Mamã na Casa Velha (ou seja mais ou menos há 1 ano e meio atrás, praticamente no inicio da gravidez da Inês, que tem agora 8 meses).

Às vezes fico mesmo parva com estas assimilações de informação e a capacidade de as ir armazenando para utilização num momento muito mais tarde e claramente depois de alguma reflexão interior sobre o assunto.

É mesmo fantástico!

Beijocas
Mãe da Madá

PS - Gostei muito da participação no novissimo projecto cibernaútico e espero muitas visitas e comentários

Marta disse...

É como a Inês diz eles são capazes das mais fantásticas deduções... eles já fazem raciocíonios brilhantes... eles são mesmo um espectáculo! Temos muito orgulho nestes meninos lindos!!!